Questão #53

“Quando homem e mulher se divorciam e o casal tem um filho, imaginando que ele colocou a ‘moeda’ (pénis) na ‘máquina’ (vagina), o ‘produto’ (filho) pertence ao pai, certo?”

Aluno/a Escola Secundária Dra. Laura Ayres, Quarteira, 9 de janeiro de 2018

Anúncios

Observação #66

“Hoje em dia a homossexualidade deveria ser levada com mais naturalidade. Não deveríamos ficar chocados a ver dois rapazes ou duas raparigas juntas. Eu – sendo adolescente – vejo cada vez mais pessoas da minha idade a gozar…”

Aluno/a Escola Secundária Dra. Laura Ayres, Quarteira, 9 de janeiro de 2018

Observação #65

“Na sociedade de hoje ainda se nota que o desejo sexual não é totalmente livre. Tanto as mulheres como os homens que o praticam livremente são mal vistos. Talvez seja uma questão de tempo, para que isso mude com as gerações. Mas falando por mim, sinto-me oprimida por ter desejos para com ambos os sexos. Talvez haja pessoas como eu, mas […] como poder saber com quem partilhar a minha ‘euforia’ juvenil quando todos tem repugnância pelo assunto. Sinto que é 8 ou 80. Ou és ‘santo/a’ ou prostituta/o. As tuas ações passam a ter mais importância do que a tua inteligência”.

Aluno/a Escola Secundária Dra. Laura Ayres, Quarteira, 9 de janeiro de 2018

Observação #63

“A minha avó deu-me uma tábua de passar a ferro quando eu tinha 6 anos; a única coisa que fiz com ela foi pôr os meus bonecos e berlindes [lá dentro], com ela virada ao contrário. Conduzia-a como [se fosse] um camião, a arrastar pelo chão! (sou uma menina) :)”

Aluna Escola Secundária Dra. Laura Ayres, Quarteira, 9 de janeiro de 2018

Observação #62

“Todos nós temos direito a tudo o que temos direito, independentemente de sermos homens ou mulheres. A mulher ficou conhecida por ter sido (e ainda ser) castigada e proibida de certas coisas. Os homens não se podem queixar de estarem a ser minimizados, porque eles próprios, alguns, ainda aceitam que a mulher continue a ser tratada desta forma”

Aluna Escola Secundária Dra. Laura Ayres, Quarteira, 9 de janeiro de 2018

Observação #61

“Como adolescente, como aluno e como namorado, considero que a atual e subtil ‘luta’ entre sexos é apenas mais uma distração para os problemas reais. Desde os tempos do Estado Novo e anteriores, homens e mulheres são discriminados em níveis e contextos diferentes. Devemos antes nos unir, nesta luta turbulenta, para acabar com qualquer obstáculo ou discriminação sexual. Aborto, sim! Casamento gay, sim! Liberdade, sim!”

Aluno Escola Secundária Dra. Laura Ayres, Quarteira, 9 de janeiro de 2018